sábado, 18 de julho de 2020

Eunício Oliveira abandona o “exílio” e anuncia sua disposição de disputar, em 2022, o Governo do Estado, ou a vaga para o Senado Federal

Eunício Oliveira é eleito o novo presidente do Senado Federal

Desfazendo suspeições de que estaria abandonando a política, ou mesmo se limitando a funções secundárias nessa atividade mantendo-se apenas discretamente à frente do MDB do Ceará, o ex-senador Eunício Oliveira abandona o “exílio” a que vinha se submetendo e, surpreendentemente, não só revela o seu retorno, como vai mais adiante, ao anunciar a sua disposição de disputar, em 2022, o Governo do Estado, ou a vaga para o Senado Federal. Em seu ressurgimento, Eunício fala do seu empenho com o objetivo de levar o MDB a recuperar a sua força nos municípios onde lideranças de peso permanecem ao seu lado. O mesmo ocorre em relação a Fortaleza, onde a sigla, que teve grandes gestões como a de Juraci Magalhães, não perdeu as suas condições de reassumir o protagonismo político. Evitando ao máximo referir-se ao resultado do pleito senatorial de 2018, quando, no auge do prestígio, perdeu a vaga da Câmara Alta, Eunício limita-se a afirmar não alimentar rancor, mas apenas mágoas dos que o atraíram para uma “arapuca”, incluindo o candidato a presidente, Ciro Gomes, e não ao governador Camilo, que se empenhou para acomodar tendências. Eunício diz contar ainda com fortes e experientes lideranças com que poderá resgatar o seu prestígio e do MDB.

Com informações da Coluna do jornalista Fernando Maia no Jornal O Estado do CE.

Nenhum comentário:

Bolsonaro quer Auxílio Brasil de R$ 400 e pode anúnciar a qualquer momento

O presidente Jair Bolsonaro pressionou seus ministros a garantir um pagamento médio de R$ 400 por mês no Auxílio Brasil, program...