sexta-feira, 8 de maio de 2020

Escritor “pede desculpas” por “prever” pandemia em seus livros; uma das obras que o escritor citou foi o A Dança da Morte, de 1978, que conta a história de um vírus que gera transformações na sociedade

Livro A Dança Da Morte + A Maldição Do Cigano - Stephen King - R ...
Em entrevista à Stephen Colbert, no The Late Show, na quarta-feira, 6, Stephen King se desculpou, em tom bem-humorado por ter ‘previsto’ um cenário que remete à pandemia do novo coronavírus em seus livros.
Uma das obras que o escritor citou foi o A Dança da Morte, de 1978, que conta a história de um vírus que gera transformações na sociedade.
“Sinto muito por isso. Quando eu escrevi aquele livro, havia acabado de acontecer um vazamento químico em Utah [Estados dos EUA]. Fui a um médico que eu conhecia e perguntei: ‘como seria se uma pandemia matasse 98% da população do planeta? Os olhos dele brilharam. Médicos amam projetar esses cenários apocalípticos, quando são hipotéticos”, conta.

Nenhum comentário:

Bolsonaro quer Auxílio Brasil de R$ 400 e pode anúnciar a qualquer momento

O presidente Jair Bolsonaro pressionou seus ministros a garantir um pagamento médio de R$ 400 por mês no Auxílio Brasil, program...